DanaPeper's Blog


Resenha: Bleach Mangá e Anime
agosto 29, 2009, 4:10 am
Filed under: anime, mangás, nerdelancias, resenhas | Tags: , , , , , , , , ,

Há tempos que eu planejava um post pra falar sobre Bleach, o meu mangá/anime preferido de todos ever, mas eu nunca sabia como nem por onde começar e como eu tô muito sem tempo pra pesquisar outras coisas pra trazer pra cá, vamos falar sobre isso então! Pra quem não sabe, a história gira em torno de um colegial de 15 anos chamado Kurosaki Ichigo que vê espíritos e depois de um encontro bem mal sucedido com a Shinigami Kuchiki Rukia, onde ele “rouba” todos os poderes dela, acaba se tornando um “Deus da Morte” (Shinigami pra os japinhas). Depois do acontecido, Rukia não pode mais voltar para o seu mundo e obriga Ichigo a fazer o seu trabalho, já que agora ela não tem mais poderes pra combater contra os Hollows (são espíritos do lado negro da força) e nem purificar os Espiritos Plus (espíritos que ficam vagando aqui na terra), então fica presa aqui na terra e acaba indo morar no guarda-roupa do Ichigo.

Perceberam que eu só falei na Rukia né? É minha personagem preferida do anime, deu pra notar que eu adoro ela? Não? Pois eu ADORO a Rukia! Ela é braba, engraçada e linda, por isso ganhou o troféu de personagem preferida para todo o sempre em meu coraçãozinho!

Eu tenho um verdadeiro caso de amor e ódio com Bleach. Comecei assistindo o Anime pra depois ler o Mangá, e o que eu posso dizer sobre isso? Só pra variar um pouco, é claro que o Mangá é milhões de vezes melhor que o Anime. Mas porque o amor e ódio? Bem, deixa eu tentar explicar… A história pra mim é mais que fenomenal, os personagens são apaixonantes e interessantíssimos, os lugares são muito legais, mas como em todo anime/mangá, tem uma história de amor mal resolvida. No caso de Bleach, o nosso personagem principal, o Moranguinho (Um dos significados de Ichigo é morango, por isso o primeiro volume de Bleach é chamado de “A morte e o morango“) ahaza com coração de duas meninas: A Rukia (a shinigami que ele “roubou” os poderes) e a Orihime (uma de suas colegas de classe), só que fica num chove não molha durante todos os mais de 300 números de mangá e 200 e lá vai fumaça do anime… E isso cansa a minha beleza… E também, eu acho o anime muito cansativo porque tem MUITO filer (episódios que não vão nem vem pro desenrolar da história, só pra enxer linguiça mesmo, e geralmente eles são lançados quando o anime tá encostando no mangá).

Uma coisa que eu amo no anime são as batalhas, porque venhamos e convenhamos que arranca-rabo no papel não tem lá muita graça né? Outra coisa fantástica no Anime são as aberturas e os encerramentos, cada nova temporada parece que fica ainda melhor, tanto a animação quanto a trilha sonora. Ah, a trilha sonora! Eu tenho todas as músicas porque o tal de J-POP é muito bom e todas as músicas que tocam em Bleach são PERFEITAS!

Mas a história não é só isso não: O anime já vai pela 9º temporada e o mangá já está proximo dos 400 números, além de existirem já 3 filmes, 2 OVA’s, diversos jogos pra PlayStation, Nintendo Wii, PSP… Ufa, deu pra perceber que o negocio faz sucesso né?

Pra quem quer assitir e tem ANIMAX, o anime está na 3º temporada e passa aos domingos em três horários (2h, 7h e 15h), pra quem não tem, vamos recorrer a nossa venha interneta né? No site oficial brazuca de Bleach tem tudo, todos os números do mangá, todos os episódios dos animes, filmes, OVA’s e OST’s!

Depois do pulo eu falo e mostro mais um pouco dos personagens pra vocês!

Continue lendo

Anúncios


Initial D Anime x Initial D Filme
agosto 13, 2009, 3:16 am
Filed under: anime, filmes, nerdelancias, resenhas | Tags: , , ,

Deu pra notar que eu estou numa Vibe Street Race geral né? Project Torque, Initial D… Mas tudo é por causa de EdP (Estrada da Perdição) que Dudu está narrando aos domingos, mas isso é história pra outro post… Anyway… Eu sei que quando fazem um filme de um livro/anime/série a probabilidade de ser bom é quase nula, mas eu andava mal acostumada com ótimas adaptações (vide a saga Crepuscular da Stephy Meyer [íííííntimaaaa] que eu acredito que o segundo filme vai ser mais bombastico ainda do que o primeiro) na telona e resolvi baixar o filme da minha mais nova paixonite que é Initial D. Pois bem, foram quase três dias de espera (obrigada Cabo Telecom) porque eu só achei o filme em alta definição e logicamente eu estava muito ansiosa pra acabar logo e assistir. Sonho meu achando que o filme prestava…

Assim, a fotografia é absolutamente fantastica. Eu não sei onde diabos eles arrumaram tanto lugar lindo naquele Japão pra filmar tantas tomadas perfeitas!  E sim, as tomadas são exatamente iguais no anime! Isso me deixou de cabelo em pé! Outra coisa que me deixou embasbacada no filme: os carros, lógico! São cópias fiéis dos carros do anime! E segundo o Edupédia os carros foram fabricados exclusivamente pro filme, já que a maioria já tinham saido de linha, a Toyota fabricou 5 AE-86 exclusivamente pro filme, já que os achados não estavam em condição pra serem usados, ou seja, rolou muita graninha da Media Asia Group ai!

Agora o equivalente a história de Initial D, pra mim, eles se ferraram quando tentaram adaptar. Os personagens não são nenhum pouco parecidos com os do anime, salve o Itsuki, melhor amigo do Takumi, pra mim nenhum é bem fiel ao anime. Fizeram do pai do Takumi um bêbado idiota, coisa que o Bunta Fujiwara não é. A Mogi, par rumantico do Takumi, é bem sem sal, se bem que ela no anime é do mesmo jeito… Então, nota 7 pra ela! Não tem o líder dos Akina SpeedStars (ou Ispiduistar, como eu gosto de chamar!), o Iketani, o líder é o próprio Itsuki, mô doido! Outra coisa, cade os irmãos soooo sexy Takahashi? Só tem o Ryosuke? Que por sinal… Que chinesinho lindo era aquele que colocaram pra interpretar ele? Uy, babei!

Uma coisa que também me deu agunia do começo até o fim do filme. A lingua chinesa! Eu assisto muito anime, por isso me acostumei com as palavrinhas em japonês, até escuto umas coisas e sei o significado (“niguero” = não vai escapar – O que Rukia mais fala em Bleach!), mas em chinês… Oh god

É claro que a história é mil vezes mais legal do que os Fast & Furious da vida, mas em comparação ao anime no quesito história, deixou a desejar. Eu ainda não terminei de ver as 4 temporadas do anime, mas o pouco que vi me apaixonei pela saga do Fujiwara Takumi em seu Toyota Trueno GT-APEX! Eu recomendo demais o anime (pra quem gosta, claro…), já o filme…